Corrimento: o que pode ser?

Durante a vida da mulher e suas diversas fases do ciclo menstrual é normal que secreções acabem saindo para mostrar que o corpo está trabalhando e eliminando os microrganismos que tentam entrar no nosso corpo.

Estas secreções podem ser de diversas tonalidades e espessuras, cada uma irá mostrar a você o que o seu corpo está sentindo. A secreção natural do corpo da mulher não causa odor e nem coceira.

Mas quando a mulher apresenta coceira, dor, odor e muitas vezes este corrimento apresenta uma coloração amarelada ou esverdeada, é preciso dar mais atenção a estes sinais que o seu corpo está lhe apresentando.

O corrimento não é uma doença, apenas um indicativo ao seu corpo de que as coisas não estão andando muito bem, na verdade o corrimento muitas vezes pode ser considerado uma doença íntima, ou seja, uma inflamação da mucosa íntima que na maioria dos casos está associada à uma infecção ou irritação da vulva.

Muitas vezes esta doença íntima pode aparecer por uma reação alérgica a algum produto, por isso confira abaixo alguns causadores de doenças íntimas.

Infecciosa:

É a mais comum em mulheres em idade reprodutiva, as suas causas podem ser por uma infecção causada pelo fungo cândida, infecção causada pelo protozoário Trichomonas Vaginalis ou infecção causada pela bactéria Gardnerella. Uma maneira eficiente de combater esse tipo de corrimento é com o uso de cápsulas de Metronidazol;

Hormonal:

Esta é mais comum acontecer em mulheres pós menopausa e pós parto, que acontece por irregularidades de alguns hormônios.

Por alergia ou irritação:

Pode ser causada em quaisquer tipos de mulher e podem aparecer por alergia á preservativos, espermicidas, sabonetes, perfumes, lubrificantes e até mesmo por medicamentos de tratamento de infecções.

Por corpo estranho:

Isso pode ocorrer em mulheres com DIU ou que tenham tampões ou parte de preservativos retidos no local, o tratamento para este consiste apenas na retirada do corpo estranho.

Estes acima são os tipos da infecção no local, estas podem ser adquiridas pela falta de higiene íntima, por areia de praia, por usar tecidos que não absorver suor e calor, por aumento da temperatura no local que pode ser causada por pessoas que andam de bicicleta ou á cavalo durante muitas horas do dia.

O tratamento irá depender da causa, mas ele poderá ser com antibiótico, cremes fungicidas ou bactericidas, creme com cortisona para aliviar a irritação, dentre outros, que só poderão ser indicados após você passar por um médico ginecologista e fazer exames para que possa ser detectada a causa deste corrimento estranho.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *